quinta-feira, 28 de julho de 2011

Alimentação para combater a Candidíase

A cândida é um fungo que afeta mulheres e homens de todas as idades. Vários fatores podem desencadear o crescimento desenfreado da candida albicans, sendo o uso de antibióticos o principal deles, pois mata toda a flora intestinal, dando espaço para o fungo procriar. No entanto, o estresse, o uso de anticoncepcionais orais por longo período, anti-inflamatórios, dieta rica em açúcar, lactose e carboidratos refinados também podem levar ao problema.

As consequências vão além da candidíase vaginal. Perda de libido, irritabilidade, fadiga, aumento de peso, compulsão por doces e carboidratos, alergias, entre outras, são uma possível realidade para  a maioria das mulheres com supercrescimento fúngico.

Alimentação adequada

O tratamento consiste em retirar todos os alimentos que estimulam o crescimento fúngico, como açúcar, mel, melado, doces, pães refinados; alimentos fermentados como pães, cerveja, vinagre, vinho; alimentos em conserva, embutidos...

A quantidade de carboidratos deve ser regulada, inclusive a quantidade de frutas, e dependendo do caso, somente frutas com pouca frutose são permitidas, recomenda a nutricionista.

Na dieta alimentar são incluídos alimentos com ação antifúngica, como as sementes de abóbora (usadas como farinha salgada na comida, depois de triturada), orégano e tomilho; romã (toma-se o suco, que se prepara batendo a polpa e as sementes, onde está o composto ativo contra a Cândida); óleo de coco extravirgem (pode ser usado no suco de fruta ou no chá – basta misturar).

sementes de abóbora
Suplementos fitoterápicos também são importantes no combate ao fungo. Durante esse tratamento, a flora intestinal vai sendo restabelecida e o  fígado vai sendo cuidado, pois é ele quem recebe todas as toxinas dos fungos que estão sendo exterminados. Dessa forma, a alimentação desintoxicante deve ser feita simultaneamente.

O tratamento exige força de vontade, mas como resultado a pessoa se vê livre dessas infecções vaginais constantes e melhora a disposição, a libido, o humor, a estética e ainda previne as sérias consequências de um longo período de exposição à Cândida Albicans.

Nenhum comentário:

Postar um comentário